quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Quando você diz o que tá pensando
dá medo de dizer qualquer coisa
Não pela boca
Pelos olhos que falam demais
A boca tem obedecido
Ficando quieta, não traindo
Mas os olhos levados
Serelepes
Estão rindo
Da boca escapa qualquer coisa sem sentido
Coisas até amigáveis queridas...
na barriga frisson de gargalhada de criança que ganhou doce
e os olhos..

entregam
e gritam ensandecidos
“faz tudo que você tá pensando”
escapa tudo sem nenhuma censura
Larga mão de tudo isso
Faz de verdade
Faz enquanto acredito...

2 comentários:

Hildebranda disse...

NOSSAAAAAA!! AMEIII!!

ME IDENTIFIQUEI TOTAL! OU SEI LA... MUITO BOM!

cala a boca, mas fala olho!
olho olho, nao tem como calar!

Simonetta disse...

minha boca também tem me obedecido,
exigo discrição dos meus olhos, eles não obedecem,sinto um certo desconforto/exposição excessiva/nua no meio da av. Rio Branco quando, por exemplo, me vêem depois da peça e falam: não precisa falar nada,uma hora te vi na platéia e já sei o que você achou..........

Related Posts with Thumbnails